Archive for the 'Exercicios' Category

Exercícios para pernas, glúteos e abdômen

O personal training Rafael de Aguiar passa uma série de exercícios de isometria. O que particularmente me atrai neste tipo de exercício é que você não precisa de nenhum aparelho, por isso ninguém tem a desculpa de que não pode fazer por não ter dinheiro para comprar este ou aquele aparelho.

Outra coisa é que os exercícios isométricos não precisão de muito tempo, na verdade são só segundos por isso a desculpa de falta de tempo também não cola, agora só depende de você.

Vale destacar que este tipo de exercício é MUITO DIFÍCIL por isso você não deve ficar desanimado por não ter conseguido uma boa performance, ok?

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Anúncios

É possível entrar em forma com 6 minutos por semana de exercícios? Aprenda um pouco mais sobre o HIIT

Imagem Real Ryderreal-rider

Há alguns anos os cientistas pensavam que para você adquirir uma resistência muscular só era possível através da prática de exercícios de resistência como longas corridas, pedaladas ou nadar por algumas horas. Porém este conceito está ficando ultrapassado.

Um método de treinamento chamado HIIT (High-intensity interval training) que nada mais é do que fazer exercícios com uma intensidade muito alta, alternando com curtos intervalos de descanso e por um curto espaço de tempo está chamando a atenção da comunidade de cientistas cada vez mais.

Um estudo realizado pelo Dr. Martin Gibala da Universidade de McMaster em Ontario no Canadá, constatou que você pode ficar em forma com apenas 6 minutos de exercícios diários.

A pesquisa foi realizada com um grupo de estudantes que estavam saudáveis mas não eram atletas, eles foram requisitados a usarem uma bicicleta estacionaria por 3 vezes por semana. Um grupo pedalou entre 90 a 120 minutos. Outro grupo fez uma série de pedaladas curtas com uma intensidade muito alta (20 a 30 segundos) e breve períodos de descanso (4 minutos), este ciclo foi repetido entre 4 e 6 vezes.

Depois de 2 semanas os dois grupos foram analisados e apresentaram praticamente o mesmo ganho de resistência muscular. As modificações moleculares que mostravam uma melhora no físico dos estudantes eram evidentes nos dois grupos. Em resumo, 6 minutos semanais de exercícios de alta intensidade trazem os mesmos benefícios que longas horas de exercícios moderados.

Mas segundo o Dr. Gibala, para você atingir bons resultados com o HIIT, você tem que fazer os exercícios no máximo da sua capacidade física, isso significa ir muito além da sua zona de conforto.

A minha opinião pessoal é que se você já pratica algum exercício regularmente e tem plena consciência do que o seu corpo pode suportar, este método pode ser uma boa alternativa.

Agora, se você está na mesma categoria como a minha e está muito acima do peso, ou não tem a mínima ideia do que você pode suportar em uma série de exercícios, mas mesmo assim tem vontade de tentar o método HIIT, o meu conselho seria de procurar um médico e um profissional de educação física para fazer os testes necessários para ver se você está apto para este tipo de treinamento intenso.

Fonte: NYT – Well

Gostou deste post? Leia também:

Treinos de alta intensidade são mais eficientes na queima de gordura – HIIT

Confira a rotina de treinamentos de Hugh Jackman para o filme X-Men Origens: Wolverine

Cuidados com o overtraining

2 Exercícios para fortalecer o seu abdominal – [core]

Alto consumo de refrigerantes está ligado a baixos níveis de potássio

Você quer perder peso? Comece eliminando o refrigerante

Andar como forma de exercício, qual será a quantidade certa?

Resfriado + Exercício, O que fazer? Aposto que a resposta vai te surpreender!

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

Treinos de alta intensidade são mais eficientes na queima de gordura – HIIT

marathoner_sprinter2

Você gostaria que seu corpo parecesse com o de um “sprinter” ou de um maratonista?

Maratonistas correm grandes distâncias com intensidade moderada por longos períodos, queimando relativamente mais gordura do que açúcar. “Sprinters” treinam com alta intensidade, explosão por períodos curtos, queimando mais açúcar, e menos gordura durante o treino.

“Sprinters” tendem a ser magros e musculosos, enquanto maratonistas tendem a ser magros e muito delgados. A razão para isso é porque quando um exercício de explosão de alta intensidade é realizado o corpo queima relativamente mais açúcar, mas queima mais gordura e calorias após o treino. Esse efeito pode durar de 16 até 48 horas, enquanto intensidade baixa ou moderada não tem efeito de pós-queima. Outro aspecto importante desse tipo de exercício é o equilíbrio hormonal que ele cria.

Exercícios de intensidade baixa e moderada produzem muito cortisol, levando ao catabolismo, estado queimador de músculos. Exercícios de alta intensidade também produzem cortisol, mas junto produzem também hormônio do crescimento e testosterona, intensificando a queima de gordura, levando ao anabolismo, estado construtor de músculos.

Estudos (documento PDF em Inglês) demonstraram que métodos de alta intensidade são mais eficientes na queima de gordura e manutenção ou construção de massa muscular do que treinos aeróbicos de longa duração e baixa intensidade.

Fonte: The Better Weigh
Tradução: xfreddyx

Gostou deste post? Leia também:

Confira a rotina de treinamentos de Hugh Jackman para o filme X-Men Origens: Wolverine

Cuidados com o overtraining

2 Exercícios para fortalecer o seu abdominal – [core]

Entrevista – Dr. Turíbio Leite Barros Neto

Andar como forma de exercício, qual será a quantidade certa?

Você pensa que 30 minutos diários de exercícios são suficientes para perder peso? Ai vai uma dica, PENSE DE NOVO!!!

Abdominais em pé

Exercícios para todos os gostos

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

Confira a rotina de treinamentos de Hugh Jackman para o filme X-Men Origens: Wolverine

x-men-origins-wolverine

Para quem assistiu o ultimo filme de Hugh Jackman o X-Men Origens: Wolverine, pode reparar que o ator está em excelente forma física. Eu sei que muitos vão dizer que isto é por causa dos efeitos especias mas na verdade ele atingiu este estado físico através de muito treinamento e uma dieta rigorosa.

O Treino

  • Ele fez musculação por 15 meses antes de começar o filme.
  • A primeira fase foi focada no tempo e na velocidade do levantamento de peso. 3 segundos para levantar e 1 segundo para baixar.
  • Na segunda fase o objetivo era maximizar a força do ator, por isso Hugh Jackman fazia treinamentos com cargas super pesadas, isso sem limite de tempo.
  • Cada fase durou de 6 a 12 semanas, essa variação de tempo foi devido aos resultados, depois as fases foram se repetindo.
  • Durante as duas fases o ator treinou musculação entre 1 e 2 horas por dia, 5 vezes por semana.
  • Durante a ultima semana de cada fase Jackman só levantava pesos por um dia, nos outros ele fazia yoga, pilates, corrida e alongamentos.

A Dieta

Ele comia 7 vezes por dia, as refeições eram ricas em proteínas. Agora adivinha quando ele comia a primeira refeição?

Eu me levantava as 4 da manhã e comia clara de ovos e depois eu me alimentava a cada 3 horas. As refeições eram combinações de proteínas, legumes cozidos no vapor e arroz integral. Depois do almoço eu não comia arroz e nem carboidratos, só legumes e carne ou peixe.

Vale destacar que o ator admitiu que este treinamento foi feito especificamente para ele adquirir um corpo para melhor representar o seu personagem e que este tipo de treino e de regime não são aconselhados para você fazer por toda a sua vida pois o ritmo de treino é muito puxado e a dieta é muito restrita.

Abaixo vocês podem conferir o resultado do treinamento.

hugh_jackman

Fonte: dietblog

Gostou deste post? Leia também:

Celebridades – Antes e Depois. Será que a sua percepção de beleza está distorcida?

Celebridades saradas

Como as nossas estrelas do mundo pop seriam se elas fossem mais gordinhas?

Como Britney conseguiu voltar a velha forma

Exercícios para todos os gostos

Posições de yoga

Exercícios para os glúteos

Quantidade de calorias queimadas por exercício

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

Cuidados com o overtraining

Esta é uma matéria interessante da veja.com sobre os cuidados que você tem que ter com os seus treinamentos, vale a pena conferir.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Se você não está vendo o vídeo, clique aqui.

Gostou deste post? Leia também:

2 Exercícios para fortalecer o seu abdominal – [core]

Entrevista – Dr. Turíbio Leite Barros Neto

Andar como forma de exercício, qual será a quantidade certa?

Você pensa que 30 minutos diários de exercícios são suficientes para perder peso? Ai vai uma dica, PENSE DE NOVO!!!

Abdominais em pé

Exercícios para todos os gostos

Posições de yoga

Exercícios para os glúteos

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter

2 Exercícios para fortalecer o seu abdominal – [core]

Eu encontrei estes 2 exercícios no youtube e achei eles super interessantes. Apesar dos dois focarem nos abdominais eles tem estilos bem diferentes.

Este primeiro vídeo é uma série de exercícios que duram 2 minutos, por isso você pode fazê-lo junto com a instrutora. A ideia é sempre focalizar o esforço no abdômen e repare que ela não levanta muito a cabeça.

O segundo exercício é mais focalizado no equilíbrio e apesar de parecer fácil ele é muito mais desafiador do que você imagina. O objetivo é fazer 8 repetições de cada lado, caso você não tenha os pesinhos não se preocupe, eles não são obrigatórios ela só os utilizou para mostrar alternativas de como criar um maior desafio.

Gostou deste post? Leia também:

Entrevista – Dr. Turíbio Leite Barros Neto

Andar como forma de exercício, qual será a quantidade certa?

Você pensa que 30 minutos diários de exercícios são suficientes para perder peso? Ai vai uma dica, PENSE DE NOVO!!!

Abdominais em pé

Exercícios para todos os gostos

Posições de yoga

Exercícios para os glúteos

Quantidade de calorias queimadas por exercício

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Entrevista – Dr. Turíbio Leite Barros Neto

drauzio-turibioO Dr. Turíbio é membro do American College Of Sports Medicine e Professor Adjunto IV da Universidade Federal de São Paulo. Possui vasta experiência na área de Fisiologia, com ênfase em Fisiologia do Exercício, atuando principalmente nos seguintes temas: atividade física, futebol, exercício, consumo de oxigênio e aptidão física.

Ele participou de uma interessante entrevista com o Dr. Drauzio Varella, sobre exercícios aeróbios e anaeróbios, confira:

DrauzioQual a diferença entre exercícios aeróbios e anaeróbios?
Turíbio Barros – O exercício aeróbio é fundamentalmente ligado ao movimento. A energia necessária para executá-lo é proporcionada pelo uso do oxigênio, ou seja, o oxigênio funciona como fonte de queima dos substratos que produzirão a energia a ser transportada para o músculo em atividade. Caracteriza-se como atividade aeróbia o exercício contínuo, dinâmico e, na maioria das vezes, prolongado que estimula a função dos sistemas cardiorrespiratório e vascular e o metabolismo, porque aumenta a capacidade cardíaca e pulmonar para suprir de energia o músculo a partir do consumo do oxigênio (daí o nome aeróbio). Caminhar, andar, pedalar, nadar, dançar ou fazer qualquer atividade que obrigue a pessoa a sustentar seu peso corporal enquanto se movimenta são exercícios aeróbicos.
O exercício anaeróbio é, por definição, um exercício de força. Para ser realizado, exige que os músculos sejam contraídos contra uma resistência. Na maior parte das vezes, não está associado ao movimento e utiliza uma forma de energia que independe do uso do oxigênio, daí o termo anaeróbio. Basicamente, é um exercício de alta intensidade e curta duração que contempla fundamentalmente os músculos.

Drauzio Dê alguns exemplos de exercícios anaeróbios.
Turíbio Barros – Na área dos esportes, são anaeróbios os exercícios de velocidade de curta duração e alta intensidade, como a corrida de cem metros rasos, os saltos, o arremesso de peso. Se nos reportarmos a área ocupacional, toda atividade que demanda força física em vez de movimento é considerada um exercício anaeróbio.
Na verdade, os movimentos mais comuns do dia-a-dia são um misto de atividades físicas aeróbicas e anaeróbicas.

Drauzio Houve o tempo em que só se falava nos benefícios do exercício aeróbio. Hoje se sabe que ambos, o aeróbio e o anaeróbio, contribuem para melhorar a forma física.
Turíbio Barros – Durante bastante tempo, se preconizou que a única forma de atividade física recomendada era a aeróbia. As pessoas deviam caminhar, correr, pedalar, nadar. Há mais de dez anos, porém, a medicina resgatou a importância do exercício anaeróbio que, na prática das academias, são feitos com peso.
Na verdade, um programa completo de exercícios, necessariamente, envolve os dois tipos de atividade física. A pessoa deve caminhar, pedalar, nadar e fazer exercícios contra resistência para fortalecer músculos, desacelerar a perda de massa muscular e evitar a perda de massa óssea. Mesmo os idosos, para quem se via com preocupação a prática de exercícios de força, devem ser estimulados a fazer exercícios com pesos além dos exercícios aeróbios para alcançarem melhor resultado em termos de saúde e qualidade de vida.

Drauzio O corpo humano é máquina engendrada para o movimento, haja vista o número de articulações, verdadeiras dobradiças, que têm e a disposição dos músculos. Ao contrário das outras máquinas que se desgastam à medida que se movimentam, quanto mais solicitado for, melhor o corpo humano conseguirá exercer suas funções de forma harmoniosa. Por quê?
Turíbio Barros – Durante todo o processo de evolução, o corpo humano teve como necessidade fundamental a interação ativa com o meio ambiente e praticamente todos os sistemas orgânicos mobilizados na produção de energia são beneficiados pelo uso, pela solicitação e pela necessidade de estar em atividade.
É muito fácil demonstrar os benefícios que o uso das funções fisiológicas associadas à atividade física proporciona. Basta lembrar que, quando engessamos uma perna ou um braço, o membro entra em desuso e, como consequência, o músculo hipotrofia, regride. Retirado o gesso, o braço ou a perna estarão fininhos porque perderam de 30% a 40% de massa muscular.
Guardadas as devidas proporções, isso ocorre em todo o organismo. A falta da atividade física faz com que o coração regrida funcionalmente e a condição respiratória fique comprometida.

Fonte: Site Oficial Dr. Drauzio Varella

Gostou deste post? Leia também:

Andar como forma de exercício, qual será a quantidade certa?

Você pensa que 30 minutos diários de exercícios são suficientes para perder peso? Ai vai uma dica, PENSE DE NOVO!!!

Abdominais em pé

Exercícios para todos os gostos

Posições de yoga

Exercícios para os glúteos

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email


Vote no Blog clicando
no banner do topblog
Parceiros

Ajude a Divulgar
o Blog da Dieta

Blog da Dieta

Pegue o código
do banner
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank"><img src="http://i491.
photobucket.com/albums/rr279
/alexmcosta/dieta-banner-120.jpg"
border="0" alt="Blog da Dieta"></a>
Ou se você preferir
pegue o código do link
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank">Blog da Dieta</a>
Interessado em parcerias?
Clique aqui

Me Acompanhe no Twitter @alexmcosta

outubro 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Grupos do Google
Blog da Dieta
Visitar este grupo