Posts Tagged 'calorias'

Quer viver mais e melhor? Ingira menos calorias

Imagem Paulo Correa
valor-nutricional-tabela-calorias

Quem está em dieta sabe o quão importante é controlar a ingestão de calorias. Agora, pesquisadores descobriram que diminuindo o consumo de calorias não é bom somente para a sua cintura, mas também pode retardar o envelhecimento.

Um novo estudo da revista Science, pesquisadores investigaram mais de 70 macacos por 20 anos. Metade dos macacos seguiram uma dieta restrita em calorias porém muito nutritiva, em valores, eles consumiram 30% menos calorias do que normalmente comeriam. Enquanto, a outra metade comia o quanto quisesse.

No final, 53% dos macacos que seguiam a dieta ainda estavam vivos até ao final do estudo, em comparação com apenas 34% do outro grupo. Outro ponto importante, os macacos que comeram menos calorias permaneceram mais saudáveis por longos períodos de tempo. De fato, eles tinham 3 vezes menos probabilidade de desenvolver doenças relacionadas com a idade como o câncer, doenças cardiovasculares e diabetes. Eles também apresentaram melhorias em relação a saúde do cérebro. “Todas estas mudanças ajudam a retardar o processo de envelhecimento”, diz o Dr. Richard Weindruch, autor e professor de medicina da Universidade de Wisconsin em Madison. Inclusive um outro estudo realizado por ele descobriu que a restrição calórica poderia ajudar a diminuir a perda de músculos com o envelhecimento.

Como macacos e seres humanos estão intimamente ligados, os resultados podem se aplicar a você, também. No entanto, o Dr. Weindruch é hesitante em recomendar uma redução de 30% de calorias para os seres humanos, dizendo que pode ser demasiado para a maioria das pessoas. “E se você reduzir muito o seu consumo alimentar, você poderá entrar em desnutrição”, diz ele. Se você quiser seguir este método, você deverá procurar um perito qualificado como um nutricionista que pode te acompanhar e de ter a certeza de que enquanto você está cortando calorias, você está recebendo todos os nutrientes que você precisa.

Anúncios

Seria esse o segredo do sucesso?

lachine-volta-bibicleta-1

lachine-volta-bibicleta-2

lachine-volta-bibicleta-3

lachine-volta-bibicleta-4

lachine-volta-bibicleta-5

Gostou deste post? Leia também:

As desculpas de um procrastinador – (Mas cadê o vídeo?)

Minha dieta – As 3 primeiras semanas

Minha dieta – Os 3 primeiros dias

Minha Dieta – Update 1

O Fim da fase de testes

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Websérie – Minimize Me – Ep. 3 – Dieta Atkins

Neste capítulo eu vou comentar sobre a minha experiencia que eu tive com a dieta Atkins.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Gostou deste post? Leia também:

Websérie – Minimize Me – Ep 2 – O calendário

Web Série Minimize Me – Episódio 1 – O plano

Minimize Me – Websérie – Episódio Piloto

As desculpas de um procrastinador – (Mas cadê o vídeo?)

Minha dieta – As 3 primeiras semanas

Minha dieta – Os 3 primeiros dias

Minha Dieta – Update 1

O Fim da fase de testes

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Perder peso sem fazer “exercícios”

Hoje eu vi um post bem interessante no site da revista “Redbook” onde eles mostram um quadro de um livro novo que se chama Move a Little, Lose a lot (Mova-se um pouco e perca muito – tradução do blog) que prega que em um dia nós poderíamos queimar 1500 calorias a mais se mudarmos um pouco o jeito que fazemos as coisas.

Na minha visão eu não acredito que só fazendo isso vai te ajudar a perder peso pois acredito que exercícios tem quer ser uma tarefa em que você se concentre e passe um tempo se dedicando e focado para atingir o seu objetivo.

Porém eu penso que pode ser um algo a mais que pode te ajudar a mudar o seu estilo de vida e te tornar uma pessoa mais ativa.  No quadro abaixo, mostra uma série de situações comuns no dia a dia a ao lado mostra o estilo NEAT (non-exercise activity thermogenesis).

quadro-queimar-calorias-alternativas-portugues

E você acredita que só seguindo o estilo NEAT as pessoas são capazes de perder peso?

Fonte: Redbook

Gostou deste post? Leia também:

Sexo e chocolate aumentam capacidade cerebral

Perdendo Peso com Estilo

Saiba quantas calorias o seu corpo queima

Los Angeles, uma cidade em dieta

Alabama (EUA) Multará Funcionários Públicos por Obesidade

São Francisco em Pé de Guerra contra a Coca Cola

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Só exercícios ajudam a perder peso?

chubby-exerciseUm pequeno estudo feito pela Loyola University apontou que só exercícios não é a melhor resposta para perder peso.

O estudo foi publicado no Journal Obesity e incluiu 149 mulheres de uma área rural na Nigéria e 172 mulheres da região metropolitana de Chicago.

De acordo com o Dra. Amy Luke, pesquisadora responsável pelo estudo, a média de peso das americanas foi de 83 kg e das nigerianas era de 57 kg.

Segundo a Dra. Luke os dois grupos não apresentavam uma diferença significante de atividade física, enquanto as americanas queimavam 760 calorias por dia, as nigerianas gastavam 800 calorias.

Através desta pesquisa os pesquisadores constataram que o crescimento da obesidade nada tem a ver com o declínio da atividade física e que o principal fator que fazem as pessoas ganharem peso são os seus hábitos alimentares.

A Dra. Amy destaca que a alimentação das nigerianas é rica em fibras, carboidratos e contém pouca gordura e proteína animal, enquanto a dieta das americanas é rica em gorduras e alimentos processados.

Isto não significa que para perder peso você não precisa fazer exercícios, mas significa que você precisa prestar mais atenção na sua dieta.

Fonte: dietblog

Gostou deste post? Leia também:

Todas as calorias não são iguais

Manter um peso saudável diminui as chances de contrair o mal de Alzheimer

Comerciais de fast food contribuem para a obesidade infantil

Crianças obesas podem ter a idade vascular de uma pessoa com 45 anos

Acumulação de gordura ao redor do seu abdômen pode dobrar as chances de uma morte prematura

Seria a barriga de chopp um mito?

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Obesidade pode ser determinada antes dos 5 anos

obesidade-infantil

Um recente estudo feito na Inglaterra determinou que a grande parte do excesso de peso adquirido por uma criança é determinado antes dela entrar para a escola. Através deste estudo uma das grandes teorias de que o culpado para a obesidade infantil era a comida servida nas escolas cai por água abaixo.

Segundo o professor Terry Wilkin, o peso dos bebês que nascem hoje em dia são similares aos de 25 anos atrás, mas ao chegarem na puberdade eles adquiriram mais gordura se comparado com as crianças da mesma idade na década de 80.

“É muito difícil de determinar a provável causa”, disse Wilkin. Porém as maiores porções que são servidas hoje em dia e os alimentos mais calóricos podem ser um dos fatores.

Outro fato interessante é que 90% das meninas obesas já adquiriram o seu excesso de peso antes de entrarem para a escola, para os meninos a porcentagem fica na casa dos 70%.

Isto significa que um dos grandes culpados para a obesidade infantil é a alimentação e não a falta de exercícios, televisão ou videogames.

Vale destacar que nunca é muito cedo ou muito tarde para mudar os seus hábitos.

Fonte: BBC News

Gostou deste post? Leia também:

São Francisco em Pé de Guerra contra a Coca Cola

Suspensas propagandas de produtos emagrecedores

Los Angeles, uma cidade em dieta

Alabama (EUA) Multará Funcionários Públicos por Obesidade

Fim da Gordura Trans é Voltar à Época da Banha, diz Indústria

Obesidade Infantil, Brasil Pode Alcançar EUA

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Todas as calorias não são iguais

Imagem SXC

sorvete-salada

A sabedoria popular argumenta que uma caloria é uma caloria, não importa se ela vem de um sorvete ou de uma salada. Evidentemente, há uma enorme diferença no valor nutricional desses alimentos. Sorvete é constituído na maior parte de açúcar e gordura, enquanto que a salada é uma fonte de vitaminas, minerais, antioxidantes, e fibras.

Mas de acordo com um recente estudo as calorias dos alimentos não são iguais, sugere o Dr. Eugene J. Fine, MD, e Richard D. Feinman, Ph.D., da Universidade “New York Downstate Medical Center”, no Brooklyn.

Fine e Feinman alegam que alguns tipos de calorias são mais suscetíveis do que outros e poderão ser convertidos em gordura. Seu pensamento é controverso, porque vai contra o que muitos médicos e nutricionistas têm ensinado aos seus pacientes. Calorias são unidades de energia, esta visão tradicional é baseada na primeira lei da termodinâmica. Esta lei apóia a crença de que há apenas uma maneira de perder peso: consumir menos calorias do que você queima.

Mas aqui está a pegadinha, os organismos das pessoas vão reagir de maneira diferente (metabolicamente) e 500 calorias que vem do açúcar poderão ter uma reação diferente do que 500 calorias que vem de proteínas. Obviamente, esta idéia tem um enorme significado para as pessoas quando o objetivo é a perda de peso.

O corpo libera a insulina para remover a glicose da corrente sangüínea para as células, onde é queimada, para gerar energia ou ser armazenada como gordura. Alimentos açucarados e outros alimentos que contém carboidratos – como pães, batatas fritas, arroz branco e massas – podem desencadear uma curva acentuada nos níveis de glicose no sangue. Quando o nível de glicose é elevado o corpo começa a produzir insulina. Isto é especialmente verdadeiro para as pessoas com pré-diabetes e diabetes do tipo 2, que tendem a ter níveis elevados de insulina.

Fine e Feinman acreditam que o controle da produção de insulina é a chave para perder peso. Peixe, frango e outras fontes de proteína praticamente não vão aumentar os níveis de insulina.

Nada disto significa que você tem que comer uma dieta baseada em proteínas. Comer carne magra, frango e peixe, juntamente com alimentos que contém muita fibra, ajudam a controlar os níveis de glicose e insulina e isto pode ser a melhor forma para o controle de peso.

Fonte: DLife

Gostou deste post? Leia também:

Manter um peso saudável diminui as chances de contrair o mal de Alzheimer

Comerciais de fast food contribuem para a obesidade infantil

Crianças obesas podem ter a idade vascular de uma pessoa com 45 anos

Acumulação de gordura ao redor do seu abdômen pode dobrar as chances de uma morte prematura

Seria a barriga de chopp um mito?

Maus hábitos alimentares durante a gestação podem passar de mãe para filho

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email


Vote no Blog clicando
no banner do topblog
Parceiros

Ajude a Divulgar
o Blog da Dieta

Blog da Dieta

Pegue o código
do banner
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank"><img src="http://i491.
photobucket.com/albums/rr279
/alexmcosta/dieta-banner-120.jpg"
border="0" alt="Blog da Dieta"></a>
Ou se você preferir
pegue o código do link
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank">Blog da Dieta</a>
Interessado em parcerias?
Clique aqui

Me Acompanhe no Twitter @alexmcosta

junho 2019
S T Q Q S S D
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Grupos do Google
Blog da Dieta
Visitar este grupo
Anúncios