Posts Tagged 'food'

Comerciais de fast food contribuem para a obesidade infantil

logos-mashups

Um estudo recente foi publicado no “Journal of Law & Economics” atesta que há uma ligação direta entre a obesidade infantil e comerciais de fast food.

O estudo foi feito com quase 13.000 crianças nos anos de 1979 e 1997 e abrangeu todos os Estados Unidos.  Neste período foi constatado que a quantidade de crianças obesas entre 6 e 11 anos triplicou.

De acordo com a pesquisa a proibição destes comerciais nos horários infantis acarretaria em uma redução de crianças obesas de 18% na faixa de 3 a 11 anos e de 14% para os adolescentes entre 12 e 18.

Os autores da pesquisa não acreditam que proibir os comerciais de fast food seja uma tarefa fácil pois requereria um grande esforço governamental.  Agora imagina se fosse no Brasil, exigir isto de nossos políticos é o mesmo que pedir honestidade em suas gestões ou seja, nunca iria acontecer.

Vale destacar que a Noruega, Suécia e Finlândia são países que proibiram comerciais em programas infantis, além do mais no Canada a CBC que é uma emissora pública também não veicula comerciais na programação infantil.

Por considerar um tópico bem interessante hoje eu vou estrear a primeira pesquisa do Blog da Dieta.

Fonte: Los Angeles Times

Gostou deste post? Leia também:

Ácido fólico reduz risco de Mal de Alzheimer, afirma estudo

Mulher, se você quiser ficar magra, fique solteira

Crianças da Inglaterra não reconhecem mais frutas e verduras

Games ‘ativos’ ajudam contra a obesidade infantil, diz pesquisa

Médicos fazem alerta sobre geração de obesos no país

Obesidade Infantil, Brasil Pode Alcançar EUA

Propagandas, igual a alimentos pouco saudáveis

Obesidade no Brasil – Gráficos

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Anúncios

Maus hábitos alimentares durante a gestação podem passar de mãe para filho

Um estudo muito interessante publicado no British Journal of Nutrition revelou que os hábitos alimentares podem ser passados de mãe para os filhos durante a gestação dos bebês.

O estudo foi feito com 2 grupos de ratazanas durante o período de gestação, um grupo foi exposto a alimentos pouco saudáveis como bolacha, batatinha frita e doces. O outro grupo só teve acesso a uma ração balanceada.

Segundo os pesquisadores:

Os ratos que tiveram acesso a junk food comeram mais, de maneira geral.

Seus filhotes demonstraram diferenças claras de comportamento em relação aos filhotes dos ratos que receberam ração.

as “substâncias químicas do prazer” liberadas pela mãe quando comia alimentos gordurosos pode ter afetado o desenvolvimento do cérebro do feto.

Através dos resultados deste estudo o pesquisador chefe fez algumas críticas ao governo britânico em relação a política de reeducação alimentar em seu país, Neil Stickland disse:

“o governo está tentando encorajar hábitos saudáveis de alimentação nas escolas, mas isto demonstra que nós precisamos começar isso durante o período fetal e de amamentação”.

“Futuras mães deveriam estar cientes de que gravidez e lactação não são o momento para exagerar em alimentos gordurosos ou adocicados, achando que estão ‘comendo por dois’.”

Nós já sabemos que os hábitos quando adquiridos desde criança tendem a perdurar pela vida inteira e é por isso que muitas pessoas falham em suas tentativas para perder peso, pois lutam com hábitos que estão enraizados em seu estilo de vida.

Eu posso utilizar o meu caso como exemplo, minha mãe adora doces e provavelmente consumiu muitos durante a gravidez e talvez ai tenha uma explicação do porque eu tenha uma tendência a consumir estes tipos de alimentos ao invés de procurar produtos saudáveis como primeira opção.

Fonte: BBC Brasil

Los Angeles, uma cidade em dieta

Os vereadores da cidade de Los Angeles decidiram por voto unânime a proibição por 1 ano de ser aberto qualquer restaurante do tipo fast-food na parte sul da cidade, onde é notório a grande quantidade destes tipos de restaurante.

Esta medida visa proporcionar a abertura de novos restaurantes mais saudáveis para esta região onde a concentração de obesos é acima da média cerca de 30%, mais do que o dobro da parte oeste (14,1%) e 50% a mais do que na região central (19,1%).

Outro fator importante que levou os políticos a tomarem esta decisão, foi o fato de que na parte sul, os fast-foods representam cerca de 73% dos restaurantes, enquanto na parte oeste é de 42%.

Andrew Pudzer, presidente da rede de restaurantes CKE acredita que os fast-foods estão sendo injustamente perseguidos pois muitos já possuem alternativas saudáveis. “O problema não é onde você come, mas o que você come”, segundo Pudzer.

Nota do Blog

Certo ou errado ao menos é uma tentativa para combater a obesidade. Na minha opinião não acredito que seja eficaz pois as pessoas da região sul de Los Angeles escolhem os fast-foods pois é a alternativa mais barata para se alimentar, diferentemente do Brasil onde as redes de fast-foods são voltadas para as classes media e alta.

O certo na minha opinião seria educar as pessoas através das escolas e centros comunitários o quanto é importante uma alimentação saudável, porém nada disso seria útil se não houver lugares onde as pessoas possam comprar produtos mais saudáveis a um preço que se encaixe no orçamento.

Outra medida importante seria a de que a cidade incentivasse a criação de restaurantes que oferecessem comidas sem um alto teor de gordura e não como os fast-foods que oferecem um ou dois itens. Este incentivo poderia ser na forma de empréstimos com juros baixos e isenções fiscais.

Para concluir eu acredito que na situação atual em que se encontra a sociedade americana, as vezes, medidas drásticas são necessárias mas elas precisam ser acompanhadas por um plano que envolva a sociedade a mudar seus hábitos. Porque medidas isoladas não surtiram efeito e causarão só transtornos para a população, agora se a sociedade brasileira não começar a rever os seus hábitos alimentares, talvez essas medidas serão necessárias no Brasil, se você não sabe o porque, clique aqui ou aqui.

Fonte: CBCNews

Gostou deste post? Leia também:

Alabama (EUA) Multará Funcionários Públicos por Obesidade

São Francisco em Pé de Guerra contra a Coca Cola

Obesidade nem sempre faz mal à saúde, diz estudo

‘Gordura boa’ pode ser nova arma contra obesidade

Fim da Gordura Trans é Voltar à Época da Banha, diz Indústria

Apenas 1 em cada 100 pessoas conseguem perder peso através de uma dieta.

Médicos fazem alerta sobre geração de obesos no país

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

ou clique aqui para voltar ao uêba.


Vote no Blog clicando
no banner do topblog
Parceiros

Ajude a Divulgar
o Blog da Dieta

Blog da Dieta

Pegue o código
do banner
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank"><img src="http://i491.
photobucket.com/albums/rr279
/alexmcosta/dieta-banner-120.jpg"
border="0" alt="Blog da Dieta"></a>
Ou se você preferir
pegue o código do link
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank">Blog da Dieta</a>
Interessado em parcerias?
Clique aqui

Me Acompanhe no Twitter @alexmcosta

abril 2019
S T Q Q S S D
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Grupos do Google
Blog da Dieta
Visitar este grupo
Anúncios