Posts Tagged 'nutricionista'

Os adolescentes brasileiros se alimentam mal

Essa é uma pequena reportagem do programa Fala Brasil que mostra um pouco da realidade dos adolescentes brasileiros.

O foco é sobre o café da manhã que é a refeição mais importante do dia.  Vale a pena conferir.

Gostou deste post? Leia também:

O banco dos gordinhos do metrô de São Paulo

Comerciais de fast food contribuem para a obesidade infantil

Crianças obesas podem ter a idade vascular de uma pessoa com 45 anos

Médicos fazem alerta sobre geração de obesos no país

Obesidade Infantil, Brasil Pode Alcançar EUA

Propagandas, igual a alimentos pouco saudáveis

Obesidade no Brasil – Gráficos

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed
Ou receba as atualizações por Email
Me acompanhe pelo Twiter
Anúncios

Má digestão causa sono, acne, olheiras, além de constipação intestinal e gordura localizada

Imagem Jonathan Natiukintestino

Nossa alimentação influi em muitos aspectos de nossa vida. Já se sabe que, com a nutrição funcional, podemos até prevenir e curar doenças. Além do papel fundamental no funcionamento do nosso organismo, esses alimentos funcionais também nos beneficiam na estética e na qualidade de vida.

Um dos males evitados quando se tem o hábito da dieta funcional é a má digestão. Hoje se sabe que esta função de nosso intestino, se mal feita, pode causar sonolência, problemas de pele como acne, olheiras, sem contar na constipação intestinal e gordura localizada, que aterroriza as mulheres em especial.

Por isso eu recomendo algumas dicas para evitar a má digestão.

1º As refeições devem ser fracionadas durante o dia.
Comer uma fruta ou oleaginosa, a cada duas ou três horas, faz com que o metabolismo não pare. Podem ser feitas até oito refeições (quatro pequenas) por dia.

2º Não beba durante as refeições, porém não corte o líquido
O líquido dilui o ácido clorídrico, fundamental para o processo digestivo. O ideal é não beber nada meia hora antes e meia hora depois de comer. Porém, durante o dia é preciso ingerir muito líquido, em especial, água.

3º Preste atenção em alimentos que não lhe caem bem e evite-os.

4º Na hora de temperar saladas, prefira azeite de oliva e óleos de linhaça.

5º Por fim, coma devagar!
O dia-a-dia corrido, leva as pessoas a trazer a correria para a mesa. Sem mastigar direito, o estômago e o intestino são sobrecarregados e têm dificuldade para absorver os nutrientes e a produzir minerais essenciais, como o zinco. Resultado: pessoas que não mastigam direito podem ter problemas de gases, abdome estendido e dificuldade para evacuar.

dra-daniela-jobst-nutricionista-funcional

Dra. Daniela Jobst é nutricionista e Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional e Bioquímica do Metabolismo pela VP/Consultoria Nutricional/Divisão de Ensino e Pesquisa, Especialista em Fisiologia do Exercício pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional e do Instituto de Medicina Funcional dos EUA.
Atualmente atende em consultório particular em São Paulo.
Site: www.nutrijobst.com

Gostou deste post? Leia também:

Exercício e Glutamina – Metabolismo, imunidade e suplementação

Ninguém engorda por excesso de caloria

Cuide da sua saúde com o chá branco

Nozes – Um alimento ideal para o lanche da tarde

Desmistificando as porções de frutas e verduras

Exposição ao sol salva 10 vezes mais vidas por absorção de vitamina D do que causa câncer de pele

Maçã: A fruta que cuida do nosso sangue

Alimentos que combinam ou não

Se gostou deste post, assine o nosso RSS Feed

Ou receba o nosso Feed por Email

Qual é o seu alimento?

Imagine ter um menu feito só para você, composto por alimentos que atenderão especificamente às necessidades de seu organismo e de mais ninguém, e que, de quebra, reduzirão bastante sua chance de engordar. Enfim, a dieta ideal. Pode parecer um sonho, mas felizmente não é. Em breve estarão disponíveis regimes de alimentação elaborados sob medida, formulados a partir do perfil genético de cada pessoa. Isso será possível a partir dos conhecimentos gerados por duas recentes linhas de pesquisa da nutrição, a nutrigenômica e a nutrigenética. Ambas têm como objetivo estudar a interação entre os alimentos e os genes humanos. Mas fazem isso por ângulos diferentes. A primeira investiga como os nutrientes influenciam o funcionamento dos genes. A segunda estuda como esses mesmos genes podem afetar a forma pela qual o corpo aproveita a comida. O fato é que, combinadas, as respostas permitirão dizer quais os componentes que efetivamente fazem bem, por que e para quem eles funcionam.

Nota do Blog

Eu peguei este texto da reportagem de capa da revista Isto É da edição do dia 17 de setembro de 2008. Eu escolhi este texto porque tenho alguns pensamentos contraditórios a esta matéria e gostaria de expressar a minha opinião.

Pontos positivos

Acho muito interessante esta parte da medicina que estuda a relação dos alimentos com a sua saúde, acredito que conseguiremos extrair dos próprios alimentos muitas substâncias que auxiliarão em muitos problemas de saúde.

Achei muito interessante em saber que as substâncias não produzem os mesmos efeitos para todos, confesso que era uma informação que eu não conhecia, porém agora que tenho conhecimento disto, confesso que me parece lógico pois cada ser humano é diferente e se compararmos com remédios é a mesma coisa, por exemplo, apesar do Tylenol ser indicado por muitos médicos, eu não posso tomar pois sou alérgico.

Pontos Negativos

Primeiro não acredito em dietas, muitos que seguem este blog já sabem disso, mas dietas que se baseiam puramente em dados técnicos como a reportagem da revista tenta passar que será o futuro eu acredito menos ainda.

No meu caso eu sou pertencente ao grupo dos caucasianos, na tabela (abaixo) contem sardinha que é um peixe que eu não gosto. Se eu for em uma nutricionista e ela insistir que eu coma sardinha porque faz bem ao meu grupo étnico, eu posso tentar por 1,2 ou 3 meses mas vai chegar a um ponto em que eu vou estar de saco cheio da maldita sardinha e é capaz de eu chutar o balde e botar toda a dieta em escanteio por tentar seguir algo que não satisfaça o meu paladar.

Solução

Não acredito que exista alguma solução perfeita, acredito que todas as dietas tem que se adaptar ao seu momento emocional, pois as vezes estamos motivados a seguir uma dieta mais rígida, porém outras vezes necessitamos de algo que seja mais relaxado pois as pessoas querem seguir algo em que elas não se sintam culpadas o tempo todo por comer um doce ou salgado.

Quanto eu mais leio e estudo sobre a obesidade, eu vejo que isto não é somente um problema de más escolhas mas envolve diversos fatores emocionais e psicológicos que muitas pesquisas não contam como um fator determinante.

Eu acredito que a obesidade não pode ser tratada como uma doença em que você toma um remédio ou siga um programa e tudo será resolvido. O fato é que ainda temos que descobrir muitas coisas neste campo e um dos principais problemas é conseguir separar a boa informação dentro deste mercado que está cheio de promessas milagrosas e produtos que tentam se aproveitar do desespero das pessoas que tentam atingir o seu objetivo.

Clique aqui para o ler a matéria na integra

Abaixo segue uma lista para os 3 maiores grupos étnicos do Brasil


Vote no Blog clicando
no banner do topblog
Parceiros

Ajude a Divulgar
o Blog da Dieta

Blog da Dieta

Pegue o código
do banner
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank"><img src="http://i491.
photobucket.com/albums/rr279
/alexmcosta/dieta-banner-120.jpg"
border="0" alt="Blog da Dieta"></a>
Ou se você preferir
pegue o código do link
<a href="http://blogdadieta.com.br"
target="_blank">Blog da Dieta</a>
Interessado em parcerias?
Clique aqui

Me Acompanhe no Twitter @alexmcosta

setembro 2019
S T Q Q S S D
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Grupos do Google
Blog da Dieta
Visitar este grupo
Anúncios